No peito dos desafinados também bate um underground

Publicado: 03/01/2007 em Uncategorized


Uma das dinâmicas mais difíceis para a grande mídia é acertar o tom entre divulgar a novidade ou correr atrás do prejuízo. Se ora vemos a Folha trazendo matérias enormes sobre bandas que significam bulhufas para o grande público, tratando-as como velhas conhecidas, outras vemos matérias como a de hoje, do Estadão, sobre a banda Crazy Legs. Tímida, no finzinho do Caderno 2 (provavelmente engavetada há umas boas semanas e usada hoje porque encher jornal em começo de ano é mais difícil que manter a dieta iniciada no dia 02), mas ali.

A Crazy Legs é uma banda figura. Seus integrantes são personagens saídas diretamente dos anos 50, com nomes fictícios e tudo, que insistem em dizer que Elvis está vivo no jeito como se vestem, falam, comportam-se e tocam. Acabam de lançar um vinil cor-de-rosa, ao invés de CD ou de colocar suas músicas na rede. É notícia em tempos de Ipod? Claro. Mas os observadores mais atentos do cenário “underground” sabem que, iguais a eles, nós temos mais de cem.

Existe todo um culto velado aos tempos de outro da lambreta e de Coca-cola que se espalha por topetes, saias e muita música country revivida por seres notívagos e inúmeras bandas no Brasil e no mundo. E, longe de serem cinqüentões saudosistas, são as novas gerações redescobrindo a rebeldia em seu embrião mais puro.

Daí que, mesmo sendo uma das bandas mais bacanas desse cenário, a Crazy Legs não é um fenômeno isolado. E, se a grande mídia ainda não explorou esse lado “Elvis” do underground, poderia muito bem contextualizar o assunto, mesmo que usasse a banda como exemplo, mostrando mais essa faceta de um verdadeiro mundo cultural.

Talvez, assim, a matéria não ficasse com essa cara de “tiozão” – aquele tio que aprende a mexer no Orkut quando todo mundo já tem MySpace. Ao mesmo tempo, não bancaria a moderninha pedante, que descobre uma banda a cada segundo e acha que o leitor é obrigado a acompanhar, sem dizer como nem onde ou por quê.

Claro que vale uma passada no site do caras:
http://www.crazylegsrockabilly.com/

comentários
  1. Fran Micheli disse:

    AMEEEEEEEEIIIII!!!!!!!!!!!!!!!!!Agora, só passar brilhantina no cabelo e bababturaburabeboommm!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s