A vaidade é o meu pecado favorito.

Publicado: 27/06/2007 em Uncategorized

A história é verídica.

Em excursão pelo interior paulista, Caetano aportaria em Bauru. Com 10 dias de antecedência, o editor de cultura de um renomado jornal local enviou uma série de perguntas para a assessoria de imprensa do artista. Ele não respondeu. Os motivos variavam a cada telefonema: viajando de ônibus, Luana, imprensa no pé etc. Não deu outra: o bravo editor fez a matéria sobre o show, mas esclareceu que Caê não havia concedido entrevista por vários motivos – entre eles, o de que era uma estrela. A matéria trazia também uma personagem, antiga amiga do artista, que não havia conseguido ingresso para o show pois eles se esgotaram em três horas.

Caetano leu o jornal e sentiu aquela pontada funda que só mesmo a vaidade humana é capaz de causar num coração. Às 20h30, noite do show, a assessora liga para o editor e pede o telefone da tal amiga que ficou de fora. O jornalista ouviu a voz do baiano ao fundo, dizendo que, se ele ainda quisesse, o artista falaria com ele. Quinze minutos depois, o telefone da redação toca:
– Olá, eu queria falar com Thiago Roque. É Caetano.

Além de pedir desculpas pela falta de resposta, disse que adorou a matéria do editor, especialmente a parte que falava de seu álbum “rock” (o texto, segundo Caê, era “rock and roll”) e só ficou triste com uma música que o jornalista havia categorizado como chata pois ele gosta muito e nem ia entrar no CD, mas “os meninos” fizeram entrar.
E revelou um último detalhe: no momento da entrevista, Caetano estava… de pijama.

O editor, como já revelei, era o brother Thiago Roque. O jornal, o glorioso Bom Dia. E a vaidade… é o meu pecado favorito!

Anúncios
comentários
  1. Giul Martins disse:

    Essa ficará para os anais da história jornalística do nosso querido brother T., e tb não impedirá de eu tirar uma na cara dele sobre Caetano dando entrevista pra ele de pijama!!!Agora só falta mesmo o Page, Plant e Jones se juntarem mesmo com o nome daquela minha querida banda pra me tirar do sério, ao mesmo tempo em que me causará vontade de ver…

  2. Laila Abou Mahmoud disse:

    Podia linkar para a matéria do jornalista. Será que o Caetano daqui a pouco vai adotar o pijama como traje oficial em aparições públicas? rsrs Bjos, Analice, moça que há tanto tempo não vejo!

  3. Fran Micheli disse:

    Hummm… leoninos…ô raça.

  4. Karina disse:

    História legal!Tb gostaria de ler a matéria que provocou a atitude ‘humilde’ do Caetano.E parabéns pro Thiago, arrasando lá em Bauru 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s