Confissões sonolentas

Publicado: 27/10/2007 em Uncategorized

Duas confissões rápidas e dolorosas, caro leitor que acompanha esse blog sem atualização decente. A primeira é de 2001, show do Neil Young no Rock in Rio. Sim, caro leitor, eu dormi.

Dormi porque estava exausta do show do Dave Matthews (Top 5 show de todos os tempos) e contemplava com prazer a surpreendente Sheryl Crow; porque passei ONZE horas viajando e mais umas nove perdida junto com a excursão pelo Rio pois o motorista não sabia onde ficava a Cidade do Rock; porque fazia quarenta graus e eu já tinha me molhado zilhões de vezes e a Schin quente não aplacava a fadiga; enfim, eu dormi. Acordei em “Hey Hey My My”. E não me arrependo: talvez não estivesse pronta para um show do Mr. Young.

Não sei se é o mesmo caso da segunda confissão, que é de ontem. Dormi pesadamente em “One Plus One”, documentário do Godard com (e não sobre) os Rolling Stones, de 1968. O cineasta usa as filmagens capturadas durante a composição de “Sympathy for the Devil” como pano de fundo para abordar de forma experimental (ah vá) toda a questão política que permeava o mundo no final dos anos 60, com schetches de Panteras Negras, retóricas sobre a democracia e outras coisas. Mas não sei se eu não dormiria em outra oportunidade (apesar de já ser onze da noite eu ter trabalhando umas doze horas seguidas antes). O filme se perde como um hippie desiludido e com uma bad trip tremenda. E eu passo.

O que eu absorvi do filme, nos minutos em que me mantive acordada: a) nem o Charlie Watts conseguia achar a batida da música, o que me consola já que tocá-la não é assim algo bolinho; b) devia ser difícil fazer música sem um George Martin, mas Keith Richards consegue manter o espírito de perseverança; c) até que ponto uma geração absorvida pelas drogas conseguiu captar o espírito do que acontecia nas ruas, enquanto se mantinha enfurnada em estúdios enormes e protegidos? Por essa última, e só por essa, é que eu agradeço Godard.

“One + One” é a versão do diretor. “Rolling Stones: Sympathy for the Devil” é a versão do produtor Ian Quarrier, com três minutos de diferença. Parece pouco pra você? Bem, o Godard socou a cara do produtor quando viu o “Sympathy for the Devil” e ainda queria devolver o dinheiro de quem foi ao cinema ver. Ambos estão na Mostra e saem em DVD logo. Mas diz a lenda também que a versão de Ian é melhor (e tem mais Stones) que a do Godard. Se alguém tiver paciência de comprovar, por favor, me avise.

comentários
  1. Tat disse:

    nene ta precisando nanar.eita!

  2. bruno disse:

    Rooooonc!PS: Who the hell is Godard?

  3. Gabriel disse:

    PILANTRA! você também não me contou! estamos quites.ps. gostei do seu também… ehehehe

  4. Hey, Ana! Amiga do Fred, é? Te vi linkada lá no “Memórias de um Perdedor” também, além de ter aparecido de surpresa lá no meu post sobre o Kurt, e imaginei que temos esse amigo em comum… 🙂 Entre as várias boas opções de filmes relacionados com música dessa última Mostra, só consegui mesmo ver o Kurt Cobain e o Across The Universe (os dois valeram a pena, apesar de eu, beatlemaníaco também, não ter sido levado às lágrimas nem pelo doc nem pelo musical!). Pena que fiquei sem ingresso pro Control, mesmo chegando uma meia-dúzia de horas antes do treco começar, e nem tive chance de ir no Sympathy For The Devil… mas afinal de contas aproveitei bem e foi uma Mostra bem bacana!Já te linkei nos “blogs legais” da muminha, cértio? Colarei por aqui mais vezes… E curiosidade: vc é colaborado de q revistas musicais brasileiras? Tô precisando dum trampo desses! 😛Prazer e beijos!

  5. Roger, o Louco disse:

    Um dos melhores nomes de blog que já vi!Te achei na página do Fred…bons posts!

  6. Di Giacomo disse:

    Caraca, eu te mandei vários leitores hein Ana? To emocionado! hahahaha Mas acho que show do Neil Young deve ser bem mais legal que documentário experimental do Gordard! Sò uma impressão, hehehe

  7. karina bueno disse:

    Puxa, eu gosto de Godard… não falem mal do cara! rs…Parabéns pelo texto, Ana!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s