O céu cinza, a nota azul e o vestido vermelho

Publicado: 02/06/2008 em Uncategorized

Já dizia o sábio Tim Maia: o povo não entende blue note. E quem precisa? Às vezes, precisa. Por exemplo, em uma tarde de frio estrondoso, embaixo de chuva, no meio do Parque Villa-Lobos, em São Paulo. Entre uma vaia e outra para os camaradas que insistiam em abrir guarda-chuvas e bloquear a visão dos vizinhos de trás, o público sofreu pra curtir um belo e comedido show de Herbie Hancock ontem.
Sofreu porque, apesar do porte de show de estádio, a apresentação de Mr Hancock exigia – no sentido de ser necessário, porque ele é um doce de simpático – ouvidos, atenção e mais recolhimento do que o brasileiro freqüentador-de-show-grátis é capaz de dar, até mesmo no meio de uma chuva mala. Atenção pra curtir uma versão tripartida de “Watermelon man”; recolhimento para deixar passar as esquisitices de efeitos de teclado de Herbie usando vozes; ouvido para sentir o pianista desafiar os músicos à sua volta em duelos onde cada nota vale por dez. O ânimo da platéia veio mesmo só em “Cantaloupe Island”, único momento em que Hancock sentou-se ao piano. Nem mesmo uma belíssima versão de “When Love Comes to Town” descongelou a galera.

Macy Gray, obviamente, foi mais feliz nesse quesito. Com duas backing vocals potentes em termos de voz e carisma, trajando um belo vestido vermelho e coturnos, Macy não só comandou uma festa na garoa como incitava a mulherada mexer o… “Como é que vocês dizem isso?” – “Bunda”, o povo respondia. “Exactly”, pontuava a diva.

Além de entregar belos hits como “Sexual Revolution”, “Sweet Baby” e “I Try”, Mrs. Gray trouxe covers para o delírio do público gelado, como “Creep”, do Radiohead, “Groove is in the Heart”, do Dee Lite (sim!) e até um medley que incluía “No Woman No Cry”.

Aí, dona Gray, é sacanagem com a tal da nota lá.

comentários
  1. luscious disse:

    Cenas antológicas nesse show! Nóis tudo embalado em nossos raincoats ultra-descartáveis, bebendo vinhão tosco de 5 pila (que mais parecia um suquinho ou uma groselha…), com a visão de palco obstruída por “1.000 Umbrellas” (situação já retratada pelo XTC numa musiquinha linda… conhece?). Pô, e teve “Groove Is In The Heart”?! Tô sentido por ter perdido! Mas tínhamos que ir até o Marcolino tirar as xanánás… 😉 NOISE, SEU BANDITRATANTE! 😛

  2. bruno disse:

    Menção honrosa à matilha de ‘Goldens’ e ‘Labradores’ que povoava o gramado!

  3. Ana Alice disse:

    Domingo glorioso de vinho furreba, labradores e xananás!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s