Arquivo de julho, 2008

Piada um tanto velha, a banda Beatallica ficou famosa por fazer canções dos Beatles com voz de James Hetfield e peso à la a (ex) famosa banda de (ex) rock e metal. O grupo segue firme e forte – lançou em maio o single “All You Nedd is Blood”, hehehe. Pois bem, eis que agora descubro a Genitallica (http://www.myspace.com/genitallica). Pode rir, mas é verdade.

A banda, dos nossos hermanos de México, já tem 10 anos de carreira e conseguiu, de cara, um contrato com a então Sony. Na gravadora, lançaram dois álbuns, “?Picas o Platicas” (2000) e “Sin Vaselina” (2002). O primeiro foi co-produzido por Barret Jones (Nirvana, Foo Fighters) e o segundo, por Scott Ralston, que já trampou com o Kiss – com quem, inclusive, os muchachos já se apresentaram em solo mexicano.

A Genitallica (é impossível escrever isso sem rir) ainda lançou outro CD, pela Box Records, em 2004, o “ConSEXcuencias”, e atualmente está em gravação do novo álbum.

Agora, vamos ao que interessa: o som. Rock-ska-mariachi-whatever, nada assim realmente original, mas muito bem-feito! E as letras são ó-ti-mas, aí dá aquela vontade de pegar uma tequila e ficar por aí, né…

Vou caçar os MP3 deles e prometo postar em breve no Depredando, assim que o Google parar de achar que a gente é um blog de spam.

Jornalistas são terapeutas? Para Pete Townshend, sim. Depois de comparecer ao VH1 Honors, ele escreveu um e-mail-desabafo a um repórter da Rolling Stone explicando o que sentiu na cerimônia. Entre outras peculiaridades, Townshend disse que ele recebeu a melhor pergunta de todos os tempos de um jornalista do New York Times: “Por que você simplesmente não faz o que Roger quer?”. E comentou que, em 93, Eddie Vedder queria largar essa vida de rockstar, mas, depois dos conselhos do Old Pete, desistiu.

E falando em Rolling Stone, se você está indignado (a) com a capa da nossa, que traz o Obama, será que você preferia a deles?

Sua mãe te ensinou a dizer “muito obrigado”? Parece que a do Jimmy Page não. Segundo o tablóide The Sun, Robert Plant estaria puto com o colega porque Page foi receber um prêmio em homenagem à banda e não agradeceu ao vocalista. Só acho que, a essa hora, Jonh Bonham deve estar gargalhando no túmulo.

Smells like diva spirit

Publicado: 16/07/2008 em Uncategorized

Desde que Joss Stone pintou os cabelos e Amy Winehouse começou a despencar pro precipício junto com sua voz, a comunidade musical (fui boazinha agora, hein? Quando é que juntando críticos, blogueiros e jornalistas a gente forma uma comunidade?) internacional caça uma nova diva. O primeiro lampejo de luz veio com Duffy e seu álbum “Rockferry”, que pareceu convencer boa parte da crítica. Voz potente, banda orquestrada, mas, bem, hum, faltava aquilo, sabe?

Aquilo que faz uma diva.

Uma textura única de voz, uma entonação hipnotizante, um apreço qualquer pelas raízes, sejam elas quais forem.

Eu continuava órfã até que a Fran Micheli, a jornalista cosmopolita do blog “Mãe, Já Acabei” que atualmente contempla quilos de neve na Nova Zelândia, meu mostrou Gin – a diva, não a bebida. A história da menina é triste que dói, e de nascida na Nova Zelândia, foi parar em Buenos Aires e depois na Austrália.

Gin está em seu primeiro álbum, “Extended Play”, que contém cinco músicas. Quatro delas estão no MySpace, e eu não consigo parar de ouvir. O CD será lançado no dia 02 de agosto, mas já é de cara uma das coisas que mais curti até agora em 2008. Macy Gray está ali, Ella, uma pitada de Aretha, e até o folk, que Duffy esboçou meio sem convicção, Gin entrega com frescor de Bob Dylan.

Smells like diva spirit to me.

http://www.myspace.com/ginwigmore

Pois é, meu povo, jabá de tonelada esse blog, né? mas não dá pra deixar passar: a banda Milhouse estará no Quinta Categoria, programa da MTV de calouros comandado por Marcos Mión e Cazé! A dupla Fred e Títi vai tocar uma versão da nossa Balada do Corno.

Mistura de frio na barriga com vontade de rir – acho que vai ser bem divertido!

Amanhã, 22h, não vai esquecer, hein?

Momento emoção

Publicado: 09/07/2008 em Uncategorized

Fala se não é bonito isso. Olha o Milhouse no meio desse monte de gente bacana!!!!!

Já falei e refalei aqui, e falo mais uma vez. Elas são organizadas, mandam um som bacana e estão se unindo ao redor do mundo. São as monobandas, gente!

Há pouco tempo eu comentei da primeira Invasão de Monobandas, uma turnê que tinha até uns caras italianos, e tal. Agora, a Associação Brasileira de Monobandas (sente a pressão) traz para o Brasil a INVASÃO MONOBANDA SUDAMÉRICA VOL.1 , com dois sujeitos-banda argentinos – um deles, o Congo Shock, ilustra esse post. A turnê rola pelo Brasil em julho e agosto.
Ficou interessado e quer saber como se transformar em uma monobanda? A ABM montou um manual (sente a pressão 2). Corre lá: http://www.myspace.com/monobandas

É sexta na Outs, gente!

Publicado: 09/07/2008 em Uncategorized

Banda Milhouse (nós) e Monstruário fazem a balada do dia 11. Corre lá!