Arquivo de junho, 2009

Sobre guitarras e vacas

Publicado: 22/06/2009 em Uncategorized

Em uma fazenda, Jack White constrói uma guitarra usando madeira, cordas e uma garrafa de Coca-Cola enquanto eu assisto a tudo perplexa. A cena que abre o trailer de “It Might Get Loud” explica a motivação do documentário: mais do que a paixão pela guitarra, fala-se aqui da paixão pelo som que ela emite. Daí a acertada escolha de reunir Jimmy Page, The Edge e Jack White, cada um representando uma geração e seus timbres tão característicos.

O filme, que estréia dia 14 de agosto, foi dirigido por Davis Gugenheim (Uma Verdade Inconveniente) e marcou presença nas seleções oficiais dos festivais de Sundance, Berlim e Toronto. Eu já tou babando aqui, e você?
Agradecendo à grande amiga Paula pela dica!!! Thanks!
Anúncios

Tou lá

Publicado: 16/06/2009 em Uncategorized

Ocupadíííssima pirando com o novo álbum da Dave Matthews Band. Resenha e link no Depredando.
Como vocês sabem, eu sou bem suspeita, né?

6 álbuns para viver 2009

Publicado: 05/06/2009 em Uncategorized

6. Metric – Fantasies

“Help, I’m alive, my heart keeps beating like a hammer”, grita Emily Haines. E a idéia da banda é fazer o público acompanhá-la: “Fantasies” é o típico álbum power pop que você ouve numa quarta de manhã e dá vontade de viver. Destaques: “Help I’m Alive”, “Sick Muse”, “Front Row”.

5. Yeah Yeah Yeahs – It’s Blitz

É difícil usar a palavra “consistente” para uma banda tão etérea, mas Karen O e seus comparsas conseguiram. Destaques: “Zero”, “Soft Shock”, “Skeletons”.


4. Wilco – The Album

Enquanto a mídia ainda caía de joelhos por “Sky Blue Sky”, Wilco lança o que, a julgar pelo conceito do próprio trabalho, parece ser O álbum definitivo. “The Album” simplesmente surpreende. Mas, quando o assunto são esses garotos de Chicago, nunca se sabeo que pode vir ainda. Destaques: “Wilco The Song”, “One Wing”, “Solitaire”.

3. Morrissey – Years of Refusal
Lamentos em forma de melodias extremamente poderosas marcam o quase já antigo novo álbum de Morrissey. Destaques: “Something is Squeezing My Skull”, “Black Cloud”, “I’m Throwing My Arms Around Paris”.

2. Sonic Youth – The Eternal
Os genes do grunge pululam vivos e repaginados, transbordando o Raw Power do punk 77. Não é exagero: Sonic Youth prova que tem fôlego pra mais de milhão. Destaques: “Sacred Trickster”, “Anti-Orgasm”, “What We Know”.

1. Kasabian – The West Rides Pauper Lunatic Asylum

Se você não ouve música sem melodia (legado dos anos 60), não abre mão de bons riffs de guitarra (anos 70), acha que programadores podem ser usados em benefício à música (anos 80) e descobriu que é possível incluir o eletrônico no rock sem dó (anos 00), então seu mais novo álbum é esse. Destaques: “Underdog”, “Fast Fuse”, “ladies and Gentlemen”.