Da arte de catalogar baratas

Publicado: 06/02/2010 em Uncategorized

Primeiro foi um livro de fotos. Da textura das páginas às notas finais, prendi a respiração e senti as imagens como uma catarse coletiva. Precisava dividir essa sensação aqui. Negligenciei a necessidade até me deparar com uma exposição. Quando percebi, estava desesperada por não encontrar uma caneta na bolsa pra anotar o que vi, o que senti. Um alívio chegou quando me lembrei que ainda tinha esse espaço virtual. E ele havia sido criado especialmente porque eu não conseguia ir a um show sem escrever depois.


E quem me pegou pelo pé, de volta a esse humilde blog, não foi um show, um álbum, um artista. Foi mesmo o espírito do rock and roll, que me assombrou no meio do dia, no meio da vida, no meio de tudo.


Parei de escrever quando parei de precisar. Voltei quando não pude fazer diferente. E acho que o sentido da vida é esse mesmo. A que nós, humanos, chamamos poeticamente de paixão, mesmo que seja pela arte de catalogar baratas.


Voltemos aos bichinhos, então!

comentários
  1. Eric disse:

    ……na minha escola, num longinquo anos 80, chamávamos isso de “a volta dos que não foram”. Welcome back!

  2. Alex F. disse:

    bem-vinda de volta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s