Estudo da USP analisa hip-hop hollywoodiano dos Black Eyed Peas

Publicado: 13/12/2011 em Música
Tags:, , , , , ,

Will.I.Am, Fergie & Cia foram parar nas cátedras. Um estudo realizado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP analisou a incorporação do hip hop na indústria nacional e escolheu a trupe dos Black Eyed Peas para descobrir quais elementos do gênero, que defende seus guetos enfaticamente, ainda sobrevivem em uma banda que alcançou o estrelato pop.

Conforme contou ao site oficial da instituição, a pesquisadora Marcela Marques Fortini, autora do estudo, analisou uma coletânea de videoclipes que trazia canções dos três primeiros álbuns.  Apesar de fugirem do estereótipo dos grupos de hip hop, “todos vêm de grupos sociais que não se encaixam no padrão norte-americano, do branco protestante”, explica. A grande produção dos clipes, no entanto, não deixa a desejar aos colegas hollywoodianos da cidade de Los Angeles, onde o BEP se formou.

O que sobrou do hip hop, segundo a autora, foram a influência musical, a divisão dos papéis femininos e masculinos, e o poder da palavra. Os shows performáticos, que envolvem a participação da plateia, lembrariam rituais religiosos. Eminem, Snoop Dogg e outros artistas correlatos também estão presentes no trabalho como parâmetro de comparação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s